Cinco dicas para eliminar o mosquito da dengue da sua casa

Mais de metade dos criadouros de mosquitos estão nas residências conforme o ministério da Saúde, por isso todo este cuidado pode fazer a diferença.

Postado em 27/12/2017.

Chegou o verão, e diversos casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti começam a aparecer, como por exemplo a dengue, a zica vírus além da Chikungunya, estas são doenças sérias que podem voltar a crescer em casos no Brasil. Tudo porque o clima está cada vez mais quente, e as chuvas intensas acabam provocando o favorecimento de reprodução dos mosquitos.

Apesar de ocorrer a diminuição de casos das doenças geradas por mosquitos em 2017, é fato que as ações de combate ao Aedes aegypti são permanentes e tratados como uma prioridade pelo Governo Federal. Com isto, a nova campanha do Ministério da Saúde, acaba por reforçar a necessidade de cuidados a longo prazo, e conta como um objetivo a conscientização de população de que o primeiro passo para prevenir estas doenças deverá ser dado dentro de casa.

Cinco dicas para eliminar o mosquito da dengue da sua casa

Comece logo a se livrar do Aedes Aegypti

Na luta contra o mosquito, é fundamental entender que qualquer lugar, principalmente as calhas, os pneus, vasos e garrafas com água parada e limpa, podem se tornar um verdadeiro criadouro, já que a fêmea deposita os ovos e depois acaba os distribuindo para vários locais. Uma rápida reprodução, que leva em torno de uma semana, auxilia no aumento do número de casos da doença.

Veja algumas dicas para acabar de vez com este mosquito

Os objetos com bordas ou mesmo buracos que acumulam água deverão ser lavados toda a semana, com sabão e bucha, assim qualquer tipo de indício do mosquito será eliminado. É recomendado ainda que os possíveis focos, no caso dos pratinhos de vasos de plantas, estes devem ser preenchidos com areia ou mesmo cobertos com lonas esticadas, de forma que se evite a formação de poças nos mesmos.

Procure sempre jogar as larvas fora

As larvas do mosquito Aedes aegypti deverão sempre ser descartadas na terra ou mesmo no chão seco, pois elas precisam essencialmente de água para que possam se desenvolver.

Os produtos de limpeza também são aliados muito importantes.

Os produtos de limpeza, como por exemplo o sabão em pó, o detergente, o desinfetante e cloro de piscina, poderão ser utilizados sempre para limpar recipientes que contarem com larvas, onde não existe a possibilidade de eliminar ou ainda dar a destinação adequada para as mesmas.

Tenha grande cuidado com água sanitária

Saiba que a água sanitária é uma alternativa interessante para limpar os objetos e criadouros potenciais, apesar disto, o produto não é recomendado para utilizar em potes que são de utilização doméstica ou mesmo animal, já que qualquer tipo de resíduo acaba fazendo mal para o organismo.

Além disto procure inspecionar tudo

Para que possa garantir que sua casa esteja sempre protegida, é interessante fazer uma boa inspeção periódica, ao acabar a água do reservatório, você deverá por exemplo fazer uma nova lavagem nos recipientes e os guardar de cabeça para baixo. Este é um cuidado fundamental pois os ovos do mosquito podem viver por mais de um ano em ambiente seco.