Confira algumas vantagens da convivência em família

O apoio familiar auxilia desde ao combate á obesidade e até a abandonar possíveis vícios.

Postado em 01/11/2017.

A família estando sempre de nosso lado faz com que nos sentimos capazes de fazer muito mais do que quando estivermos fazendo sozinhos, e isso não é apenas uma impressão. Diversas pesquisas estão dispostas para comprovar a força que a companhia dos familiares ou ainda mesmo dos amigos, aquela família que escolhemos ter, tem sobre tudo o que podemos fazer.

Veja alguns diferenciais que a convivência em família pode proporcionar?

Confira algumas vantagens da convivência em família

O combate á obesidade

Estudos realizados recentemente, comprovam que as pessoas que comem á mesa com os pais são mais saudáveis do que as crianças que não possuem este hábito. Os pesquisadores apontaram que as famílias que fazem refeições unidas, possuem um hábito de cozinhar mais ao invés de comer lanches, deixando assim a dieta muito mais rica.

As crianças que possuem os pais magros, possuem também três vezes mais chances de serem magras do que as que estão acima do peso. Este tipo de relação se dá primeiramente por uma questão genética, e em segundo lugar por hábitos alimentares, estes hábitos que poderão ser passados de pais para filhos, ou seja, uma família estando unida, poderá emagrecer mais unida.

Conviver com a família melhora o rendimento escolar

As brincadeiras realizadas entre pais e filhos, ajudam no desenvolvimento das crianças, e influenciam de forma direta no rendimento escolar. Pesquisadores afirmam que a prática de jogos e leituras com os filhos, além de brincadeiras educativas, melhoram o raciocínio lógico de crianças, e fazem com que o rendimento da escola possa aumentar.

Conviver em família auxilia na prática de atividades físicas

Apenas de pensar em sair sozinho para praticar atividades físicas dá aquela grande preguiça. O cenário acaba por mudar quando você pensa que pode praticar exercícios acompanhado. Muitos estudos realizados pela Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO), apontam que a influência da família é algo fundamental para incentivar a prática das atividades físicas.

Os estímulos que são gerados por parceria são muitos, entre eles a possibilidade de conversar, as chances de praticar esportes coletivos ou mesmo danças em pares, com pessoas conhecidas, perder a vergonha entre desconhecidos na academia, entre outros benefícios. Ao se comprometer com a família para praticar esportes por exemplo, faz com que você crie um bom incentivo a todos para manter a frequência das atividades físicas.

Conviver em família faz com que o alcoolismo fique longe

Em sua maioria, os adolescentes bebem porque é influenciado por algumas companhias ou ainda por contar com uma família desestruturada.

Conforme especialistas no assunto, os pais que bebem em frente dos filhos acabam fazendo a crença de pensar que este comportamento é algo normal. A partir disto, os pais precisam estabelecer um diálogo com os filhos, é o que apontam os coordenadores, estes que afirmam conversar com filhos sobre experiências negativas que ocorrem e que se presenciam no centro. Atualmente eles tem medo de se tornarem também alcoólatras.

Deixe o cigarro de lado

Pesquisas apontam que quando uma pessoa decide parar de fumar, acaba por influenciar os amigos e também a família a fazer o mesmo.

Entre os casais, pesquisas apontam que é possível se ter sucesso em 67% dos casos, já em outras situações, podemos apontar que 43% dos amigos próximos ao fumante também param de fumar, e 34% no caso de colegas de trabalho e 25% quando o tabagismo acaba afetando por sua vez os irmãos.

Conforme pesquisadores, assim que uma pessoa largar o vício, ela deverá servir de inspiração, e por este motivo, quanto maior for o vínculo afetivo e a convivência, maiores deverão ser as chances de este tipo de decisão ser contagiante a todos.