Como lidar com problemas com drogas na adolescência

Especialistas no assunto auxiliam a tirar as maiores dúvidas sobre sintomas do vício bem como tratamentos mais indicados.

Postado em 16/01/2018.

No começo ocorrem alguns goles de bebida alcoólica, ou ainda um ou outro cigarro. Após isto, ocorre uma curiosidade por algumas coisas mais fortes, como por exemplo a maconha, podendo chegar até a utilização de cocaína e crack. Geralmente este é o caminho dos adolescentes pelo mundo das drogas que vem começando cada vez mais cedo. Pesquisas apontam que com 15 anos de idade, pelo menos 75% dos jovens já beberam ao menos uma vez na vida, e 31% já beberam além da conta.

Na tentativa de lidar com as situações, os pais, tentam evitar que o filho entre neste caminho, e os ajudar a sair poderá fazer toda a diferença. Por este motivo, tire as suas principais dúvidas quando o assunto são os adolescentes e drogas.

Como lidar com problemas com drogas na adolescência

Porque geralmente a utilização de drogas é mais comum na adolescência?

É fato que o adolescente está em uma fase bastante especial da vida, deixando de ser criança para virar um adulto, a partir disto ele irá vivenciar uma fase de mudanças além de novas experiências. Toda a curiosidade é um dos principais motivos que o leva a experimentar algum tipo de droga, e após um tempo, ele passa a experimentar outros tipos de drogas cada vez mais pesadas. Em cada 10 adolescentes que experimentam drogas, um deles se torna um dependente.

Como os pais podem interferir de forma positiva na vida dos filhos adolescentes para que eles fiquem longe das drogas?

A forma principal de prevenção de drogas é os pais darem um exemplo sadio. É errado os pais que deixam o filho experimentar e consumir bebida alcoólica, cigarros ou outras drogas dentro de casa e junto com eles. O correto é mostrar que este consumo é algo prejudicial para a saúde, e não se deve manter este hábito.

O álcool não deve ser permitido entre adolescentes?

O álcool é sempre um hábito negativo para adolescentes e adultos, primeiramente pois o adolescente não consegue ter o total controle sobre a utilização e acaba consumindo de forma exagerada, ele acaba indo pela empolgação e pelos amigos. O cérebro do jovem onde o álcool deverá agir ainda não está totalmente maduro, o que poderá prejudicar em seu rendimento escolar. Já o terceiro, é o risco maior de dependência, com isto quanto mais cedo a pessoa começar a utilizar, maiores devem ser as chances de se ter problemas de saúde, e de acostumar o corpo a utilização frequente de álcool.

Sinais que podem levar os pais a desconfiar que o filho utiliza drogas

As mudanças de comportamento são os principais sintomas que mostram a diferença no filho. Esta mudança é percebida quando ele muda as amizades ou seus amigos começam a aparecer com comportamentos diferentes. O adolescente poderá ainda contar com uma piora em seu rendimento escolar na escola, além de ficar irritável, trocando o dia pela noite e conversar menos em casa.