Você sabe o que é Phubbing? Pois este comportamento pode acabar com relacionamentos

Saiba o que é este comportamento que acabou se tornando uma verdadeira febre.

Postado em 24/11/2017.

O telefone é um dispositivo que acabou tomando uma grande importância na vida das pessoas. Afinal de contas, o dispositivo que antes era apenas um aparelho que permitia ligações entre duas pessoas acabou se tornando uma verdadeira janela para um mundo completamente diferente.

Mas a mania de ficar sempre de olho em tudo o que acontece no mundo e não prestar atenção no que está acontecendo de verdade ao seu redor pode estar fazendo com que relacionamentos terminem mais rápido. E essa mania de ficar sempre mexendo no smartphone ganhou até mesmo nome: Phubbing.

O termo surgiu para definir um comportamento que acaba surgindo quando as pessoas não conseguem deixar o seu telefone de lado para vivenciar uma experiência com uma ou mais pessoas que estão por perto fisicamente. O termo acaba sendo utilizado com mais frequência quando esse comportamento acontece entre um casal, quando um simplesmente ignora a presença do companheiro ou da companheira em troca da tela do smartpthone.

Você sabe o que é Phubbing? Pois este comportamento pode acabar com relacionamentos

A palavra foi criada a partir da soma de "phone" (telefone) e "snubbing" (esnobar), está se tornando cada vez mais comum em nossas interações sociais, especialmente nos relacionamentos românticos.

Este é um comportamento que se tornou tão evidente na nossa sociedade que acabou sendo até mesmo considerado como objeto de estudo de pesquisas feitas por diferentes instituições. Para a Universidade de Baylor, por exemplo, uma pesquisa demonstrou que 70% dos pesquisados disseram que os celulares "às vezes", "com frequência", "muito frequentemente" ou "o tempo todo" atrapalham suas interações com seu companheiro.

Em outras pesquisas feitas pela mesma instituição e que envolveram entrevista com 145 adultos, os resultados demonstraram que 22,6% disseram que o phubbing já havia provocado conflitos em seus relacionamentos e 36,6% relataram sentir-se deprimidos às vezes porque têm a impressão de que seu parceiro priorizava seu telefone, em vez deles.

Confira alguns conselhos dados por especialistas para inibir a prática do phubbing:

Parar de registrar tudo

Uma das primeiras coisas que devem ser feitas pelas pessoas do casal é parar de achar que realmente é necessário documentar e publicar tudo o que acontece e tudo o que eles fazem. Essa busca de gratificação imediata, que também pode ser lida como uma busca por validação dos outros, pode acabar fazendo com que o companheiro ou a companheira se sinta desvalorizado.

Pratique o ato de ficar off-line

Os especialistas não afirmam que ficar completamente incomunicável por uma grande quantidade de tempo possa ser fundamental, mas separar pequenos momentos do dia para desligar o telefone pode ser algo interessante. Comece por cerca de 30 minutos por dia para que essa comece a ser uma prática que faça parte do cotidiano.

Não ignore as reclamações do companheiro ou da companheira

O mais importante é entender que se uma pessoa que está diretamente envolvida no relacionamento reclama, é importante prestar atenção e tentar parar de fazer aquilo que está deixando a pessoa incomodada.